sexta-feira, 23 de Agosto de 2019
 
INÍCIO | EMPRESA | PROJECTOS | CLIENTES | ENGENHARIA | NOVIDADES | CONTACTOS
 
   
Projectos 
Centro de Acolhimento Santo António em Cabo Verde

Localização
Ribeira Grande – Ilha de Santo Antão
Cabo Verde
Projecto de um Centro de Acolhimento a realizar na Ilha de Santo Antão em Cabo Verde, ao abrigo de um contrato programa da Associação Torrejana de Solidariedade Social.

Dono de Obra: Associação Torrejana de Solidariedade Social
Ano:
2007
Área de Construção:
1.650 m2

O projecto desenvolve-se numa encosta, realizando-se plataformas de construção a diversas cotas que acompanham a pendente do terreno. A área bruta de construção é de 1.650 m2, distribuindo-se por 5 corpos:

- Casa de Acolhimento para o voluntariado; - Edifícios de cozinha e refeitório; - Centro de Acolhimento para 40 pessoas; - Igreja com capacidade para 240 pessoas; - Edifício Administrativo.

O Centro dispõe ainda de circulações e áreas cívicas exteriores, interessando uma área de 3.100 m2. Sobre estas áreas, existem pérgulas em betão armado, que seguem a métrica dos edifícios (módulos de 6,00 x 6,00m ou 6,00 x 3,00m) e poderão evoluir no futuro para áreas cobertas, destinadas a novas valências a dar ao Centro.

A SE2P realizou os projectos de Estabilidade, Abastecimento de Água, Drenagem de Águas Residuais Domésticas e Drenagem de Águas Residuais Pluviais.

A estrutura é porticada em betão armado, sendo as lajes maciças. Os muros de suporte dentro das áreas habitáveis são em cortina de betão, mas nas outras zonas, optou-se por realizar muros de gravidade a levar a cabo por operários da região, segundo as técnicas construtivas locais.

Para a definição das características do solo, consultaram-se os levantamentos topográficos e geológicos da Ilha, levados a cabo por técnicos do Estado Português e compilados em exemplar existente na Biblioteca da FEUP.

Embora o local disponha de sistema público de abastecimento de água, não existem infraestruturas de saneamento básico.

Previu-se um sistema de aproveitamento da água das chuvas, recolhida em cisterna estrategicamente colocada, uma vez que o regime meteorológico desta Ilha, regista chuvadas intensas e normalmente de curta duração. Esta água destinar-se-á a lavagens do recinto e à rega da horta para cultivo de leguminosas, que se previu na plataforma de menor cota, para por um lado constituir ocupação dos utentes e por outro suprir as necessidades do Centro.

Tendo em conta a origem vulcânica da Ilha, o sistema de tratamento e dissipação de efluentes, prevê após o decantador biológico, trincheiras e valas filtrantes, ao longo de todo o comprimento da horta.




Ficha Técnica

Arquitectura - GLCS - Gonçalo Louro & Cláudia Santos, Lda.

Estabilidade - SE2P

Águas e Esgotos - SE2P

AVAC - GET - Gestão de Energia Térmica, Lda.

Electricidade e Telecomunicações - RMGO, Lda.
INÍCIO | EMPRESA | PROJECTOS | CLIENTES | ENGENHARIA | NOVIDADES | CONTACTOS